As facas de cozinha são verdadeiros instrumentos que ligam o cozinheiro ao ingrediente na hora de preparar qualquer refeição, influenciando na sua experiência com a comida e transformando os resultados de qualquer prato.

Se você ama cozinhar e quer montar o seu faqueiro, precisa conhecer as melhores facas de cozinha, aquelas que não podem faltar e vão auxiliar — e muito! — o seu dia a dia.

Aqui no blog nós já te ensinamos como escolher uma boa faca de cozinha, passando por detalhes de qualidade, resistência, tipos de lâmina, afiação e segurança.

Mas hoje vamos te mostrar quais os tipos de faca de cozinha mais importantes, indispensáveis no seu faqueiro. Quer conhecer todas? É só acompanhar o post.

Vamos lá?

Quais facas ter na cozinha?

Faca do Chef, faca santoku, cutelo... esses nomes são familiares para você? Esses são alguns tipos de faca de cozinha bastante comuns, tanto em uma cozinha profissional, quanto em um espaço comum, no nosso dia a dia.

Pensando nos tipos de processos e cortes mais comuns em uma cozinha, nós fizemos uma seleção de facas úteis. A seguir apresentamos os tipos de facas de cozinha e suas utilidades, para você entender e escolher qual a que você precisa ter agora na sua coleção.

1. Faca do Chef

Começamos falando da mais versátil e necessária faca da cozinha, a faca do Chef.

É uma das melhores facas, já que seu formato ajuda a realizar quase todos os tipos de corte que existem: cortar, filetar e picar carnes, verduras e legumes com precisão, de maneira limpa e natural.

Com ela, é possível preparar diferentes pratos, então se você quer começar a investir em facas de cozinha, a primeira precisa ser a faca do Chef.

Leia também: facas do chef! Confira os melhores modelos e escolha o seu.

Faca do Chef

2. Faca Santoku

A Santoku é outro tipo de faca de cozinha, sendo considerada a versão oriental da faca do chef, que é igualmente versátil e prática.

Costuma ser levemente menor que sua "faca irmã" e tem um formato diferente, com a ponta reta para baixo e uma base mais reta.

A tradução de Santoku é "três virtudes", que faz uma relação aos três usos que esse modelo de faca desempenha bem: fatiar, picar e cortar.

Nós falamos mais dessa lâmina incrível em um post especial: Santoku - confira a faca de origem japonesa. Não deixe de conferir.

Faca Santoku

3. Faca de legume ou faca de descascar

Outro exemplo de faca para cozinha é a faca de legumes, as quais são ligeiramente menores. Mas não subestime essas faquinhas pequenas, viu?

Esse tipo de faca é essencial para descascar legumes e frutas, pois seu formato e tamanho vão te ajudar a segurar o alimento com estabilidade, oferecendo maior controle dos movimentos, proporcionando um corte mais preciso. Elas também são muito úteis para limpar alimentos e fazer cortes delicados.

Faca de legume

4. Faca de serra ou bread knife

As facas de pão, como geralmente são chamadas, não servem apenas para isso. Os modelos serrilhados são perfeitos para cortar alimentos macios que sem o risco de se despedaçarem!

Precisando cortar legumes e sanduíches ou doces como bolos e tortas? A opção ideal é ela.

Vale mencionar que: quanto menores as serras, mais delicado será o corte.

Faca de serra

5. Faca de desossa ou faca de filé

Também chamadas de facas para filetar, o modelo é mais fino, flexível e comprida que as demais. Elas são ideais para separar, com delicadeza, carnes com ossos ou espinhos.

Por conta de seu formato alongado, é possível transpassar os filés por inteiro de uma só vez, cortando sem rebarbas e sem dilacerar a peça.

Se você quer aperfeiçoar seus processos e fazer as limpezas e desossas? É de uma faca dessas que você precisa!

Faca de desossa

6. Cutelo

Se você precisa separar ossos e cortar de maneira mais limpa os pedaços mais duros de legumes ou carnes, o cutelo é uma faca de cozinha que não pode faltar na sua casa. Sua lâmina tem o formato retangular, com apenas um lado afiado.

É uma faca de grandes dimensões e com um peso considerável, então, com ela, você conseguirá fazer os famosos "cortes de pancada", mas, ao mesmo tempo, permite cortes minuciosos e mais delicados.

7. Facas para churrasco

Para quem é amante de um bom churrasco, um tipo de faca que não pode faltar na cozinha são as facas destinadas para este fim.

Você pode usar uma faca de churrasco sozinha, mas, também, pode contar com um bom kit de churrasco para te ajudar a tornar os trabalhos na churrasqueira mais simples e práticos.

Existem kits que vão otimizar o seu dia a dia, além de serem uma ótima opção de presente.

Leia também: Top 5 melhores facas para churrasco!

O que não pode faltar na sua cozinha: acessórios

As facas de cozinha não trabalham sozinhas. Existem acessórios que tornam o dia a dia mais prático, ajudando a otimizar os trabalhos com faca e ainda ajudam a cuidar da durabilidade das lâminas. Preparamos uma pequena lista para você escolher também,

Chairas

O primeiro dos acessórios da lista é a chaira, um tipo de afiador prático para afiar rapidamente o fio da sua lâmina. Existem chairas lisas, que retiram o material da lâmina pela dureza, e chairas estriadas, que afiam pela abrasão.

Chairas

Garfo para churrasco

Outro acessório importante é o garfo para churrasco, que é maior do que um garfo comum, utilizado para dar um suporte maior na hora de cortar a carne, tornando o corte mais fácil e prático para o churrasqueiro.

Garfo para churrasco

Pegador de carne

Assim como o garfo, o pegador de carne é um instrumento de cozinha que também facilita o dia a dia dos anfitriões que adoram servir seus convidados.

Pegador de carne

Garra de Urso

Outro acessório indispensável na cozinha para segurar peças grandes de carne é a garra de urso!

Com ele, você terá facilidade e mais firmeza na hora de fazer o seu corte e não precisa forçar tanto a faca.

Garra de Urso

Tábuas

Contar com tábuas de qualidade é essencial para que os cortes na hora de preparar sua receita sejam feitos com segurança e eficiência, sem danificar o fio de corte das facas com o impacto.

Elas são feitas de materiais diferentes, como a madeira, que é bastante macia e não afeta tanto a afiação da faca, mas é um pouco mais difícil de lavar e de se conservar.

Já as tábuas de vidro têm uma superfície mais lisa e são mais fáceis de limpar. Uma boa alternativa é a tábua de polietileno, um material que oferece uma superfície lisa, fácil de higienizar e não agride tanto a lâmina.

Tábuas

Esperamos que esse guia completo sobre as melhores facas para cozinha te ajude a escolher suas preferidas e, quem sabe, completar a sua coleção.

Inclusive, nós temos um post com um passo a passo de como escolher facas de cozinha, não deixe de conferir. Faltou citar algum modelo? Conte para nós nos comentários.

Até a próxima, cuteleiros!

Sobre o autor

Junior Dorigatti

Junior Dorigatti

Junior Dorigatti é engenheiro, diretor industrial e sócio responsável pelo desenvolvimento de produtos na Cutelaria CIMO

Especializado em design de produto, o autor trabalha a mais de 20 anos com cutelaria, desenvolvendo mais de 100 projetos de produtos e aplicações no ramo. Entre os seus conhecimentos, a ampla experiência em cutelaria é o destaque - desde detalhes técnicos que vão do tratamento térmico ao design das lâminas.

O autor também conhece as etapas de fabricação de canivetes e facas, desenvolve temas sobre como escolher e identificar o uso correto das lâminas de facas e canivetes, além de fomentar novas tecnologias e inovações da cutelaria.

Para amadurecer o setor de cutelaria nacional, está disposto a fornecer ótimas informações sobre as mais diversas áreas do tema que vão do uso às diferenças dos produtos.

Junior Dorigatti